segunda-feira, 1 de setembro de 2014

HPV: meninas de 11 a 13 anos devem receber segunda dose da vacina

Meninas de 11 a 13 anos que já receberam a primeira dose da vacina contra o papiloma vírus humano (HPV) devem receber, a partir de hoje (1º), a segunda dose. A imunização será feita em escolas públicas e particulares e também em unidades de saúde. 

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 4,3 milhões de meninas nessa faixa etária já receberam a primeira dose em março deste ano. A segunda é essencial para garantir a proteção contra o HPV. A vacina protege contra quatro subtipos do HPV (6, 11, 16 e 18). Os subtipos 16 e 18 são responsáveis por 70% dos casos de câncer de colo de útero, enquanto os subtipos 6 e 11 respondem por 90% das verrugas anogenitais.

O HPV é um vírus transmitido pelo contato direto com a pele ou mucosas infectadas por meio de relação sexual. Ele também pode ser transmitido da mãe para o filho no momento do parto. Estimativas da Organização Mundial da Saúde indicam que 290 milhões de mulheres em todo o mundo estão infectadas, sendo 32% delas pelos subtipos 16 e 18.

2 comentários:

  1. Rafaella Barbosa, uma adolescente de Resende/RJ, vem sofrendo dores terríveis, formigamento e inchaço pelos corpo, sendo diagnosticada com Distrofia Simpático Reflexa, pseudo-tumor cerebral e pelo menos 15 veias obstruídas. Se informe, pesquise e divulgue estas informações, precisamos evitar que outras meninas passem por esta terrível situação:

    http://www.noticiasnaturais.com/2014/09/vacina-hpv-menina-de-13-anos-de-resenderj-tem-distrofia-simpatico-reflexa-e-15-veias-obstruidas-apos-vacinacao

    ResponderExcluir
  2. Gostaria de compartilhar este caso gravíssimo de efeito adverso da vacina HPV, que infelizmente, não é um caso isolado: Rafaella Barbosa, uma adolescente de Resende/RJ, vem sofrendo dores terríveis, formigamento e inchaço pelos corpo, sendo diagnosticada com Distrofia Simpático Reflexa. Recentemente Rafaella fez um exame de punção de liquor da coluna que constatou pressão elevada e diagnóstico de pseudo-tumor cerebral. Um neurocirurgião endovascular diagnosticou que Rafaela estava com pelo menos 15 veias obstruídas. Se informe, pesquise e divulgue estas informações, precisamos evitar que outras meninas passem por estes terríveis efeitos adversos da vacina.

    Leia mais: http://www.noticiasnaturais.com/2014/09/vacina-hpv-menina-de-13-anos-de-resenderj-tem-distrofia-simpatico-reflexa-e-15-veias-obstruidas-apos-vacinacao

    ResponderExcluir